CHRISTIAAN OYENS

Saturday, August 05, 2006

Esta é uma das minhas capas favoritas. É de um disco do Frank Zappa que leva o nome do desenho "minimalista" do artista Roger Price, "Navio chegando tarde demais para salva uma bruxa". Este tipo de desenho com seus traços econômicos, deixando muito espaço para a imaginação, se denomina um "droodle".

Frank Zappa sem sombra de dúvida foi um dos grandes gênios do século 20. Comfortável tanto no idioma Rock como no erudito, foi muito influenciado pela obra do brilhante compositor Edgar Varése. Na minha opinião Zappa foi o único compositor erudito a saber como escrever para bateria. Ele escreveu uma peça que é um solo de bateria chamada de "The Black Page" e mais tarde escreveu uma melodia para o orquestra acompanhar este solo. Qualquer baterista que não conheça esta peça que corra até a primeira loja de CD e compre "Zappa In New York" como o alucinante Terry Bozzio na batera, ou que por favor mude de profissão!

Tive a honra de conhecer o Frank Zappa em sua residencia onde me recebeu com toda atenção e passei 4 horas ouvindo seus quartetos de cordas impossíveis de serem tocados por seres humanos que ele tocou no Sinclavier. Foi incrível a música que ouvi aquele dia!

1 Comments:

Blogger lobato17 said...

Q Inveja Christiaan !Descobriu mais uma afinidade musical contigo.Dividia a paixão por Zappa com vários amigos , nos tempos em q a comunicação era muito difícil.Ela norteou meu amadurecimento musical e
pessoal.Black Page é marcante pra muita gente , sobretudo Steve Vai que a transcreveu brilhantemente.Concordo absolutamente .Além de escrever bem todos os instrumentos , Zappa levou ao extremos muitas instrumentações , particularmente com o uso brilhante de instrumentos de percussão e efeitos .T invejo de coração ! arabéns pela elegância da produção do disco da Cecílai , amiga de tempos.Quem sabe a gente leva um som um dia?To curioso em ouvir o disco.To com um parado folk psicodfélico há uns 3 anos.Tudo de bom !

6:04 PM  

Post a Comment

<< Home